sexta-feira, 8 de janeiro de 2010

De Passagem

De passagem


Ontem, dia 07 de janeiro do ano de 2010, foi exibido pela rede nacional de televisão o programa político do Partido Socialismo e Liberdade, PSOL. Apesar de alguns méritos o partido em causa peca por insuficiência. Deixa de lado a questão central que é a denúncia do capitalismo. Mas para não passar em branco, a sua presidente Heloisa Helena falou, de passagem, em capitalismo de forma sumária, sem mais delongas. Falou também em Deus, que, se brasileiro, como se diz, ele seria um péssimo patriota, pois o povo do Brasil, por sua maioria, sofre de muitas mazelas sociais produzidas por um capitalismo cruel. Na verdade, ao invés do anticapitalismo necessário, o PSOL termina por resvalar para a questão eleitoral e isso é lamentável. Registramos, também, nosso pesar pela ausência, no aludido programa da figura importantíssima de Plínio de Arruda Sampaio e isso, também, é lamentável.


Gilvan Rocha

2 comentários:

  1. Ivanildo Cavalcante8 de janeiro de 2010 12:16

    Também fiquei surpreso com ausencia do companheiro Plínio de Arruda Sampaio. Confesso que a cada dia fica mais distante encontrar pessoas verdadeiramente compremetida com a transformação desse putrefação que ai esta, que podemos chamar de Capitalisma. Uma figura lendaria como do Plinio, na minha otica seria indispensavel falar algo para os filiados ou simpatizantes do PSOL. É realmente lamentavel. Parabens! Gilvan. Ivanildo Cavalcante

    ResponderExcluir
  2. Ivanildo Cavalcante8 de janeiro de 2010 12:51

    Errata: Quis dizer, Capitalismo, e não como esta escrito no comentário 1. Ivanildo Cavalcante.

    ResponderExcluir