terça-feira, 27 de dezembro de 2011

JUÍZA CONDENADA


            Não fosse o seu caráter de deboche, a notícia de que uma juíza de direito foi condenada por receber propina em troca de uma sentença que favorecia o delinquente. Aliás, não se trata de um caso isolado, recentemente uma ministra do Conselho Nacional de Justiça, teve a coragem de dizer que muitos bandidos se amparavam nas togas juízes, foi o bastante para o Presidente do Supremo Tribunal Federal, Ministro Cezar Peluso, vir a público censurar a ministra, acusando-a de leviandade. Por sua vez, lideranças das associações de magistrados, vieram tornar público os seus reclamos, ou melhor, os seus protestos, diante do comportamento ilibado da magistratura no Brasil. É verdade que a maioria dos juízes não se presta ao enriquecimento ilícito praticando atitudes torpes, como essa de vender sentenças, para inocentar bandidos. Foi por essa razão que a ministra do Conselho Nacional de Justiça desafiou: “É muito mais fácil o sargento Garcia prender o Zorro, do que a justiça prender um juiz delinquente”. O mais grave, a maior insolência de todas, é que essa juíza, recém condenada por ter vendido sentença, inocentando réus, teve como punição extrema o ato de ser aposentada, mantendo todos os seus ganhos.
            Vê-se que o sistema capitalista, não só no Brasil, a cada dia exibe a podridão de suas vísceras. Não faz pouco tempo, alguns generais brasileiros foram acusados de participarem de falcatruas envolvendo desvios de dinheiro público, praticado no DNITI, como ficou evidente nesse ultimo escândalo, apesar da “operação cala a boca”. Por sua vez, o ministro responsável pelo zelo da chamada coisa pública, não teve o menor escrúpulo em mandar arquivar um processo recheado de denúncias contra as falcatruas cometidas pelo ex-ministro Antonio Palocci, gente do agrado e da proteção da fina-flor da direção petista e seus apaniguados.
            A cada minuto que o PT-PSB-PCdoB, se dizem empenhados em salvar o Brasil dessa escalada de corrupção, mais e mais dão eles o seu próprio contributo para que o sistema apodreça.          

Um comentário:

  1. i.g.cavalcante50@hotmail.com30 de dezembro de 2011 10:19

    Reflita em 2012!
    Devemos unir todas nossas forças, para emprestar nossa contribuição à causa do socialismo, em busca de um mundo onde não exista, nem explorador, nem explorado. Queremos uma sociedade, onde não se veja mais, criancinhas espalhadas pelo mundo, estirando suas mãozinhas em busca de um pedaço de pão, pessoas idosas totalmente desamparadas, sem qualquer assistência médica ou social, muitas delas, além da crueldade e perversidade que sofrem no dia a dia o capitalismo ainda nós impõe, outro terrível sofrimento: o abandono da família. Onde não se veja mais, crianças e adolescentes se prostituindo, especialmente nos países mais pobres, as drogas também está comprometendo o futuro de toda uma geração. A burguesia faz de conta que nada está acontecendo. Gastam trilhões com as guerras, sem falarmos no enorme número de mutilados e mortos, em nome da pátria. Os que morrem e ficam mutilados, são filhos (a) de trabalhadores, nunca, filhos (a) da classe burguesa. Gastam também, trilhões e trilhões de dólares, para salvar o sistema financeiro internacional, com uma velocidade enorme no processo de liberação de recursos, quanto se trata de milhões de seres humanos, morrendo de fome e sede, especialmente nossos irmãos e irmãs africanos, faltam recursos para tal fim. Desviam quantidades incalculáveis do dinheiro público, a justiça burguesa, sempre encontra formula jurídica de salvar os criminosos e ladrões do nosso erário. Destroem o meio ambiente e compromete a vida em nosso planeta terra. A burguesia, ainda alimenta o dogma religioso, sua mais poderosa arma, prometendo aos desvalidos o reino dos céus. Na passagem do ano, devemos nós unir e refletir!

    ResponderExcluir